Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Corpo de Cadetes > Observação Aérea do tiro de Artilharia na AMAN

Notícias

Observação Aérea do tiro de Artilharia na AMAN

publicado: 08/11/2017 15h55 última modificação: 08/11/2017 15h57

A formação do futuro oficial combatente de carreira da Arma de Artilharia recebeu mais uma valiosa ferramenta técnico-profissional: o adestramento na técnica de Observação Aérea, realizado durante o Exercício no Terreno de Operações Defensivas 2017 (ocorrido entre os dias 16 e 20 de outubro deste ano).

 

A atividade foi realizada pelos cadetes do 2º e 3º anos do Curso de Artilharia da AMAN, contando com o apoio de uma aeronave“Esquilo” (HA-1) do 1º Batalhão de Aviação do Exército. O local selecionado para o desenvolvimento da instrução foi a Área de Alvos do Alambarizinho, no campo de instrução da Academia Militar.

 

Nesta oportunidade, os cadetes adquiriram conhecimentos técnicos e desenvolveram habilidades psicomotoras indispensáveis ao combatente de artilharia contemporâneo. Dentre as principais tarefas realizadas cabe destacar: briefing da missão, briefing de segurança para o voo de helicóptero, trabalhos de reconhecimento por inspeção na carta topográfica, manuseio de dispositivo GPS e uso de equipamentos óticos.

 

A técnica de combate utilizada pelos pilotosé conhecida como“pop-up”, queconsiste em aguardar a execução do tiro de artilharia pairando atrás de uma linha de elevações,protegendo-seda observação direta e dos fogos do inimigo. O movimento ascendente da aeronave somente é iniciadoapósrecebido o pronto do observador, que, por sua vez, possui tempo consideravelmente limitado para aferir a correção do tiro. Após realizar seu trabalho, dá sinal ao piloto para que volte a perder altura, alternando, a cada tiro, o local da próxima observação. O objetivo é expor a aeronaveo mínimo possível, evitando que o inimigotenha chance de engajá-la. Tal técnica exige, por parte do observador, rapidez de raciocínio e destreza no manuseio de seus equipamentos, bem como, exímia coordenação com a tripulação da aeronave.

 

A técnica de Observação Aérea realizada pelos cadetes do Curso de Artilharia proporcionou rapidez e precisão na correção dos tiros, inspirando, nos instrutores e instruendos, confiança na técnica e gosto pela atividade. Além disso, foi mais uma oportunidade em que a Aviação do Exército Brasileiro pôde contribuir com a instrução militar na AMAN. A execução dessa atividade permitiu o desenvolvimento de competências nas táticas, técnicas eprocedimentos próprios do artilheiro, trazendo ganhos significativos à formação desses futuros oficiais combatentes de carreira.