Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Corpo de Cadetes > OPERAÇÃO FIT (Fibra, Iniciativa e Tenacidade) 2017

Notícias

OPERAÇÃO FIT (Fibra, Iniciativa e Tenacidade) 2017

publicado: 08/11/2017 16h02 última modificação: 08/11/2017 16h11

No período de 23 a 26 de outubro de 2017, foi realizada a Operação FIT (Fibra, Iniciativa e Tenacidade), batizada de Operação Coronel Mário Rozas (nome de seu idealizador). Trata-se do último Estágio Prático Supervisionado (EPS) realizado pelos Cadetes do Curso Básico, com duração aproximada de 3 dias, sendo executada por Pelotões em sistema de deslocamentos no terreno com execução de diversas Oficinas.

Essa Operação visa a coroar o ano de instrução, por meio da cobrança de diversos conteúdos ministrados ao longo do ano, em um contexto de interdisciplinariedade, bem como desenvolver competências desejáveis nos futuros Oficiais combatentes do Exército Brasileiro.

No presente ano, foram executadas as seguintes Oficinas: Maneabilidade de GC, Equitação, Patrulha de Resgate, Patrulha de Captura, Nós e Amarrações, Minas e Explosivos, Circuito Operacional, Tiro de Metralhadora Leve, Pista Rondon e Progressão em Ambiente Urbano.

Caracterizando o ensino por competências e buscando a aprendizagem significativa, durante a Oficina de Equitação os Cadetes interagiram com professores de idiomas e monitores do 4º Ano de Cavalaria sobre assuntos militares e, ao final da Oficina, receberam as instruções (em Inglês ou em Espanhol) para locar os pontos da oficina seguinte da Operação. Na ocasião, foram avaliados por essa interação e pelo trabalho topográfico realizado.

 

Histórico da Operação FIT

 

A Operação FIT foi planejada e aplicada pela primeira vez em 1961 pelos Oficias da 3ª Companhia do Curso Básico, dentre os quais o então 1º Tenente Mário Rozas, apenas para aquela Subunidade.

Ela foi concebida com a finalidade de desenvolver atributos no Cadete, dentre os quais se destacam a fibra, a iniciativa e a tenacidade.

Em 1965, o então Capitão ESCALANTE, Chefe da Seção de Operações do Curso Básico, planejou e conduziu a Operação FIT para todo o Curso.

Em 2011, a Operação FIT foi batizada como Operação Coronel Mário Rozas, em homenagem ao seu idealizador.

De 1961 até os dias atuais tem sido executada de forma ininterrupta por todos os futuros Oficiais combatentes do Exército Brasileiro.