Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Olimpíada Acadêmica 2021
Início do conteúdo da página

Olimpíada Acadêmica

Publicado: Sexta, 30 de Junho de 2017, 14h48 | Última atualização em Terça, 02 de Março de 2021, 19h46 | Acessos: 5669

 

 70ª EDIÇÃO DA OLIMPÍADA ACADÊMICA

 

De 26 de fevereiro a 5 de março, a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) torna-se um palco para talentos no esporte.

Realizada nas diversas instalações da Seção de Educação Física da Academia (SEF), as Olimpíadas Acadêmicas (OA) chega a sua 70ª edição.

Por conta da pandemia da COVID-19, em 2021, o número de convidados externos ficou restrito.

Na sexta-feira, dia 26, ocorreu a abertura oficial do evento.

Para o cadete Gabriel, do 4º ano de Artilharia, que compete pelo atletismo, a atividade  é sinônimo de fortalecimento  dos laços de amizade entre os participantes, do  comprometimento  com a profissão militar, além do reconhecimento do essencial apoio dos profissionais da SEF para o satisfatório desempenho dos atletas, seja em quadra, campo, piscina, pista etc.

Por falar em locais de competição, vamos às modalidades disputadas no evento.

O cad Gabriel é um dos atletas do Atletismo. Mas há também o  Basquete, a Esgrima, o Futebol, Hipismo,  Judô, Natação, Orientação, Pentatlo Militar, Pentatlo Moderno, Triatlo Militar, Polo Aquático, Tiro e Vôlei.

Muito preparo e dedicação dos atletas e dos profissionais envolvidos. Trabalho ressaltado pelo Comandante da AMAN, General de Brigada Paulo Roberto Rodrigues Pimentel.

“Vejo uma Academia mais unida em torno do nosso trabalho, que é o de formar de maneira integral nossos militares. O esporte prepara esses jovens. Temos uma missão difícil, mas quero que vençam e sintam o doce sabor da vitória”.

A disputa na OA tem como foco o Troféu Duque de Caxias, entre os cursos de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia, Intendência, Comunicações e Material Bélico; o Troféu Agulhas Negras, disputado entre as quatro Companhias do Curso Básico e o Troféu Maria Quitéria, entre as cadetes do Curso Básico e dos cursos de Intendência e Material Bélico. Mas para além desse reconhecimento, os que se destacam nessas árduas atividades passam a integrar equipes desportivas da AMAN que irão competir na NAVAMER, competição entre as escolas militares.

Emily Braz, cadete do 4º ano de Intendência, já experimentou o doce sabor da vitória. Além de participar das Olimpíadas em todos os anos de Academia, ela também representou a instituição na NAVAMER em dois anos. Prestes a se formar, pretende levar a habilidade conquistada na Esgrima para outros capítulos de sua vida militar.

“Se surgir a oportunidade de me envolver no esporte, é uma etapa que irei cumprir com muito orgulho”, finaliza Emily Braz.

Todos os dias os eventos da 70ª Olimpíadas Acadêmicas estão sendo descritos com muita vivacidade por uma equipe do curso de Comunicações. Intitulado “Momento Olímpico”, o informativo diário traz detalhes das modalidades e, ao final, uma edição será divulgada para o público externo. Afinal, o que fazemos dentro dessa histórica Academia só tem sentido se puder ser compartilhado.

Enquanto isso, acompanhe também informações em nosso perfil no Instagram  aman_oficial.

 

 

Fim do conteúdo da página